Posto Smile 550×100
PREFEITURA  DE  SORRISO
Início Editorias Política Sorriso:Reunião debate a instalação de dez leitos de UTI no Hospital de...

Sorriso:Reunião debate a instalação de dez leitos de UTI no Hospital de Campanha

0
Gestores aguardam laudo da equipe técnica do Estado para implantação

O município de Sorriso e os demais 14 municípios que integram o Consórcio Público de Saúde do Vale do Teles Pires aguardam o laudo da equipe técnica do Estado para a implantação de dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital de Campanha de Sorriso.

Busca por novos leitos de UTIPrefeito debate a instalação de novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva. A reunião foi entre o prefeito de Sorriso, Ari Lafin; o presidente do Consórcio Público de Saúde Vale do Teles Pires, Edu Pascocki; o secretário municipal de Saúde e Saneamento, Luís Fábio Marchioro; e especialistas da rede municipal de saúde sorrisense e também do Hospital Regional de Sorriso.

Posted by MTnoticias on Tuesday, July 28, 2020

Em uma reunião nesta manhã (28), o prefeito Ari Lafin, destacou que após o encontro em Cuiabá, na terça-feira passada (21), em que ele, o presidente do Consórcio Público de Saúde do Vale do Teles Pires, Edu Pascocki e o deputado João Matos se reuniram com o governador do Estado, Mauro Mendes, o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo; a equipe do Escritório Regional de Saúde já visitou o Hospital de Campanha e o município aguarda a resposta para esta semana. “Temos consciência de vários dados técnicos que precisam ser levados em consideração para a instalação dos leitos de UTI; há a necessidade de uma equipe treinada para atendimento intensivo; equipamentos e a água precisa ser de ótima qualidade para a realização de procedimentos como a hemodiálise”, explica Ari.

Contudo, conforme detalha o prefeito, caso a equipe técnica apresente um laudo desaconselhável à instalação, o município não irá ficar parado. “O eixo de contágio da Covid-19 saiu da BR 163 e está atingindo todos os municípios circunvizinhos; é direito de toda a população o atendimento à saúde, por isso estamos recebendo pacientes de outros municípios no Hospital de Campanha, e, caso o Estado entenda que não há condições de instalar leitos de UTI no HC; vamos instalar no mínimo mais 15 cápsulas Vanessa, adquirir mais respiradores e  continuar disponibilizando a medicação como tratamento precoce para quem apresenta sintomas e está aguardando o resultado do exame; além de garantir todo o atendimento para quem estiver positivado”, detalha o gestor sorrisense.

O presidente do Consórcio Público de Saúde Vale do Teles Pires, Edu Pascocki, reforça que as próximas medidas dependem do laudo do Estado. “Estamos aguardando para poder dar continuidade e comprar equipamentos” explica. Pascocki diz que desde o início da pandemia os gestores municipais, o Estado e o Consórcio estão atuando de maneira alinhada. “Somos um consórcio de 15 municípios, dependemos da espinha dorsal de Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde e Nova Mutum para o atendimento da região toda. Estamos todos unidos, esferas municipais, Estado, Legislativo, Ministério Público e enfrentando essa pandemia com equilíbrio”, diz.

Pascocki destaca que ontem foram instalados e hoje, às 7 horas, entraram em funcionamento 20 novos leitos de UTI para tratar a Covid-19 em Nova Mutum. “Com mais 38 leitos da iniciativa privada na retaguarda par ao apoio”, acrescenta. “Em Sinop são mais 29 leitos de UTI exclusivo para o tratamento da Covid-19, desafogando os outros municípios”, explica.

Mas, segundo o presidente do Consórcio, a intenção é evitar que a população necessite de leitos de UTI. “Para isso estamos nos esforçando ao máximo. Ontem chegaram medicamentos como azitromicina e cloroquina que o Consórcio comprou e serão repassados aos municípios; recebemos também 65 mil testes rápidos e vamos adquirir mais 40 cápsulas Vanessa. Estamos unidos no combate e na prevenção à Covid-19”, complementa Pascocki.

Além de Ari e Pascocki, participaram da reunião o secretário de Saúde e Saneamento do município, Luís Fábio Marchioro; o presidente do Legislativo, Cláudio Oliveira e representantes das equipes técnicas do Consórcio de Saúde, do HC e do Hospital Regional de Sorriso.

Marchioro mais uma vez pediu à população conscientização para evitar o crescimento da curva de contaminados. “São medidas simples como evitar aglomerações; usar mascara; usar álcool 70⁰ e lavar as mãos com frequência”, diz. E quem se sentir mal deve procurar imediatamente o Hospital de Campanha, a Unidade de Pronto Atendimento Sara Akemi Ichicava ou os PSF’s do Jardim Carolina ou São Matheus. “O Hospital de Campanha e a UPA atendem 24 horas e os PSF’s atendem das 7 às 13 horas especificamente para casos suspeitos de Covid-19”, ressalta Marchioro.

Dados de hoje em Sorriso

O secretário completa que hoje, 28 de julho, data do 129⁰ boletim diário da Covid-19 o município contabiliza 2.225 casos confirmados, dos quais 1.254 curados e 927 ativos com 46 pessoas internadas; destas 19 estão em UTI e 27 em leitos de enfermaria. No momento são 38 profissionais da Secretaria de Saúde e Saneamento afastados devido à doença. O boletim também aponta 1.334 casos suspeitos, aguardando o resultado dos exames e 2.007 descartados. Hoje, 1.945 pacientes com sintomas recebem acompanhamento dos profissionais da Secretaria. Sorriso conta com dois leitos públicos de UTI para casos de Covid-19 e, ambos estão ocupados. “Durante a pandemia, infelizmente também contabilizamos 44 mortes e estamos com mais três em investigação; por isso pedimos à população que respeite as medidas de segurança evitando aglomerações”, alerta.

Marchioro lembra que qualquer dúvida em relação à Covid-19 pode ser tirada pelo número 150 que atende 24 horas. “Quem tiver denúncia de aglomerações também pode fazer pelo 150 que imediatamente são repassadas aos órgãos responsáveis”, completa.

Texto: Claudia Lazarotto

Fotos: Jacob Rossa