Início Cidades Sorriso Sorriso se destaca no acompanhamento da saúde no Programa Bolsa Família

Sorriso se destaca no acompanhamento da saúde no Programa Bolsa Família

0

Mesmo em meio à pandemia, o município de Sorriso se destaca no acompanhamento dos beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF) na saúde. É o que mostra o relatório de acompanhamento da agenda da saúde ao público do PBF, referente ao segundo semestre de 2020.
De acordo com os dados, a cobertura chegou a 94,69%, deixando Sorriso em primeiro lugar no Estado, num comparativo com outros municípios de mesmo porte e com a mesma média de público a ser acompanhado.

De acordo com o Gestor Municipal do CadÚnico/PBF, Gabriel Saboia de Almeida,  esse número se deve à manutenção do trabalho de  atualização cadastral do Cadastro Único durante o período da pandemia e o trabalho das equipes de saúde no acompanhamento às famílias. “Isso é resultado do trabalho articulado entre os PSF’s e agentes de saúde, no sentido de garantir esse acompanhamento aos beneficiários. Ou seja, mesmo durante a pandemia, as pessoas com vulnerabilidades econômicas do município estão tendo acesso integral à saúde”, afirma.

Hoje, o município conta com 4.694 beneficiários do Programa Bolsa Família acompanhados nas áreas da saúde, educação e assistência social. Na saúde, são ofertados os serviços de pré-natal para as gestantes, acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil e imunização das crianças. As famílias beneficiárias com mulheres com idade entre 14 e 44 anos e crianças menores de sete anos de idade são assistidas por uma equipe de saúde da família, por agentes comunitários de saúde ou por unidades básicas de saúde, que promovem os serviços necessários ao cumprimento das ações de responsabilidade da família.

Para a secretária de Assistência Social de Sorriso, Jucélia Ferro, a série histórica desse acompanhamento na saúde em 2016 era de 40% e agora, mesmo com a pandemia, mais que dobrou. “Na época, o município estava quase sem receber repasses federais do Bolsa Família pelo baixo acompanhamento. Mas, a articulação durante todo esse período ajudou que Sorriso voltasse a receber os recursos federais regularmente, tão importantes na gestão e manutenção de projetos assistenciais. Esses dados demonstram de forma muito positiva o comprometimento e o empenho das equipes. Este resultado é histórico. Todos estão de parabéns e que possamos manter e, ainda, melhorar esses índices”, ressalta.

Ainda conforme o gestor do CadÚnico/PBF, de acordo com os dados apresentados, num cenário normal, apenas 5% de todos os beneficiários do Bolsa Família do município teriam o beneficio penalizado, por descumprirem os compromissos assumidos com o programa. Porém, os benefícios estão protegidos pelas portarias do Governo Federal 443/2020 e 591/2021, que tratam da suspensão e repercussão das condicionalidades no beneficio do PDF para as famílias que não fizeram o acompanhamento na saúde e educação durante a pandemia. “Isso demonstra que, mesmo diante das dificuldades impostas neste período, o município continuou ofertando os serviços”, explica.

Sorriso tem hoje 2.195 famílias beneficiárias do Bolsa Família, que recebem auxílio financeiro de, em media, R$ 153,12 . Neste mês, o repasse para os beneficiários foi de R$ 336.106,00.

O relatório de acompanhamento da agenda da saúde ao público do PBF está disponível para consulta pública no link do Ministério da Saúde, https://bfa.saude.gov.br/relatorio/consolidado.

Texto: Fabiola Ost
Fotos: Internet