Início Cidades Sorriso Sorriso: Prefeitura renova parceria com Associação de Catadores

Sorriso: Prefeitura renova parceria com Associação de Catadores

0

Os associados separam, classificam e destinam à indústria o que antes iria para o lixo

Foi assinado na manhã desta quarta-feira (22 de março), o termo de colaboração entre a Prefeitura e a Associação Sorriso de Catadores de Materiais Recicláveis (ASC). Pelo documento, a Administração Municipal renova a parceria, por meio do Chamamento Público 001/2023, para continuar o trabalho de triagem e destinação correta dos resíduos obtidos via coleta seletiva.

Com vigência até fevereiro de 2024, o contrato prevê a destinação de R$ 504 mil para a associação, de acordo com o plano de trabalho por ela desenvolvido. De acordo com Jefferson Reber Scholz, o Jefferson Bordado, atual presidente da ASC, mais de 20 cooperados garantem no “separa, classifica, manda de volta pra indústria” o sustento de suas famílias. Todo mês, 130 toneladas de recicláveis são recolhidas em Sorriso.

Sustentabilidade e Agronegócio

“Queremos dar volume de negócios a estes empreendedores, além da oportunidade do emprego e renda por meio da coleta seletiva, deixando de mandar pro lixo o que ainda pode ter vida útil na indústria”, destacou o prefeito Ari Lafin, reiterando que sustentabilidade é, e precisa continuar sendo, palavra de ordem na Capital Nacional do Agronegócio. “Somos referência na produção de peixe de água doce, somos referência na produção de mel, e, com orgulho, estamos focados em reduzir cada vez mais a geração de lixo, tanto que, ano passado, nossas ações foram reconhecidas e recebemos o título de Cidade Lixo Zero, o que mostra que agronegócio e sustentabilidade andam juntos sim”, complementou, reforçando que o tripé meio ambiente + economia + cuidado com as pessoas segue sendo referência para a condução do Município.

Ampliação da Coleta Seletiva

O vice-prefeito Gerson Bicego e os secretários Hilton Polesello (Governo), Ivan Oliveira (adjunto de Governo), Marcelo Lincoln (Agricultura, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia), Milton Geller (Obras e Serviços Públicos) testemunharam a assinatura do termo, junto aos demais representantes da ASC e integrantes do Eco Sorriso.

Coordenador do programa, Diogo Martins lembrou que, a partir do próximo mês, a o serviço de coleta seletiva porta-a-porta será expandido em Sorriso. “Praticamente, toda a Zona Leste da cidade será contemplada com a coleta seletiva, alcançando a marca de 70% de cobertura”, informou. O desafio, imposto pelo prefeito Ari Lafin é que 100% de Sorriso conte com a coleta seletiva porta-a-porta até 2024.

Que outras ações integram o Eco Sorriso?

O Eco Sorriso, que nasceu em 2019 e segue ampliando suas ações no Município, disponibiliza atualmente coleta seletiva de resíduos recicláveis porta a porta; pontos de coleta de óleo de cozinha usado em todas as escolas e Cemeis da rede municipal de ensino; educação ambiental, além dos ecopontos para a entrega de recicláveis.

As unidades escolares contam com biodigestores, de modo que o resto das merendas vira biogás e adubo para as hortas. Com isso, a meta é ser a primeira rede pública do Brasil a ser “Escolas Lixo Zero”, o que igualmente amplia as ações de mobilização social.

O Paço Municipal também colocou em prática o “Gabinete Lixo Zero”, que, junto com a Estação da Sustentabilidade, estimula servidores e visitantes a fazer da reciclagem uma nova opção de vida.

Para sua viabilidade, o programa está integrado diretamente às secretarias de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e Agricultura, Meio Ambiente Ciência e Tecnologia (Samatec), e também compõe as ações da Controladoria Geral do Município (CGM).

DA ASSESSORIA