Início Cidades Sorriso Sorriso: Prefeito busca credenciamento da Clínica de Tratamento Renal pelo SUS

Sorriso: Prefeito busca credenciamento da Clínica de Tratamento Renal pelo SUS

0

Ainda ontem, o gestor também apresentou demandas à diretoria da ANTT

Credenciamento. Essa foi a palavra que norteou a pauta de uma reunião do prefeito Ari Lafin, ontem, 27 de março, no Ministério da Saúde em Brasília. Na capital federal o prefeito reiterou o pedido para o credenciamento da Clínica de Tratamento Renal construída pelo Município. Inclusive, na última segunda-feira, dia 25, a equipe do Instituto Nefrológico Ltda, que deve operar a Clínica visitou o espaço para alinhas os últimos detalhes.

No Ministério da Saúde, Ari destacou que inicialmente o Município irá arcar com os custos, avaliados inicialmente em R$ 300 mil mensais. Porém, solicitou ao Ministério que analise o processo para credenciamento da Clínica pelo Sistema Único de Saúde (SUS) com o custeio dos serviços, uma vez que o serviço de hemodiálise é de alto custo, não sendo obrigação do Município.

Recentemente, no dia 26 de fevereiro, Ari e o secretário de Saúde do Município, Luis Fábio Marchioro, também estiveram em audiência com o governador Mauro Mendes para discutir a abertura do espaço. De acordo com o relatório apresentado ao governador, o centro abrirá ao público já atendendo 44 pacientes com necessidade mensal de aplicação de R$ 300 mil. Além dos 20 pacientes sorrisenses, com a operação da Clínica em Sorriso devem ser atendidos nove pacientes de Nova Mutum; 11 de Lucas do Rio Verde. Os outros quatro pacientes são dos municípios de Ipiranga do Norte, Itanhangá, Nova Ubiratã e Tapurah.

“Estamos em busca desse credenciamento, entendemos o quão sofrido é este processo de estar doente, debilitado e necessitar numa mesma semana enfrentar a estrada várias vezes para tratamento”, diz o prefeito. Ari cita ainda o apoio que o Município recebeu do Legislativo nessa luta. “Todos os vereadores entenderam e apoiaram essa causa, agradecemos a todos e em especial ao vereador Leandro Damiani que tem levantado essa bandeira”, completa.

Na ANTT

Também ontem, dia 27, Ari esteve na sede da Agência Nacional de Transportes Terrestres. O encontro na ANTT foi para discutir o plano de acesso da rodovia à área urbana. Na pauta, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Oliveira, acompanhou o prefeito.

Ari detalhou o fato de a área urbana do Município ser cortada pela BR 163 com grande fluxo de caminhões; essa travessia urbana causa grande impacto no tráfego interno da cidade causando inclusive acidentes de trânsito. “Percebemos a necessidade de viabilizar o anel viário da BR 163 com desvio do centro da cidade para o lado direito da BR sentido Cuiabá- Sinop”, defende o prefeito.

Outra solicitação também apresentada à ANTT é a construção de uma ponte sobre o Rio Lira que faz a travessia da BR 163, como medida de segurança aos moradores e empresas instaladas no Bairro Verde Campos no momento do acesso.

DA ASSESSORIA