Início Cidades Sorriso Sorriso integra a lista de municípios beneficiados com pavimentação de estradas e...

Sorriso integra a lista de municípios beneficiados com pavimentação de estradas e construção de pontes

0

O prefeito de Sorriso, Ari Lafin, participou ontem (18), no Palácio Paiaguás, da assinatura de ordens de serviço para obras de pavimentação em uma extensão de 775 quilômetros e a construção de 40 pontes de concreto em todas as regiões de Mato Grosso. As obras terão início, ou reinício (no caso daquelas paralisadas em razão do período chuvoso) ainda neste mês. Os investimentos aplicados são de R$ 606 milhões e beneficiarão diretamente 56 municípios.

De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), o  Município de Sorriso será contemplado com a pavimentação de 34,46 km da MT-485, cujo termo de cooperação foi assinado em julho do ano passado e também com a edificação de uma ponte de concreto na MT-560, sobre o Rio Verde, na divisa entre Sorriso e Tapurah.  Outra demanda atendida neste lote é a construção de uma ponte de concreto sobre o Rio Teles Pires na MT -140, na divisa com Santa Rita do Trivelatto, dinamizando assim a logística do Distrito de Boa Esperança.

Além do governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, também assinaram as ordens de serviço o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, acompanhado dos demais secretários de Estado, deputados estaduais e prefeitos municipais. Além disso, foi anunciada a elaboração de projetos para outros 1.057 quilômetros de novas pavimentações e 51 pontes de concreto, cujas ordens de serviço serão emitidas em março.

As obras e projetos que atendem 62 municípios fazem parte do programa Mais MT, e somente nas ações de infraestrutura, estão previstos investimentos totais de R$ 4,73 bilhões em quatro anos (2019-2022).

Ao todo, as ordens de serviço emitidas para obras rodoviárias compreendem 23 obras entre pavimentação, restauração, revitalização e manutenção de rodovias não-pavimentadas, totalizando 775 quilômetros, que vão beneficiar diretamente 33 municípios. Os investimentos aportados são da ordem de R$ 402,4 milhões somente em obras nas rodovias.

Além da pavimentação, foram emitidas ordens de serviço para execução de 40 pontes de concreto, que serão construídas sobre rios, córregos e vazantes em 19 rodovias estaduais e vão beneficiar diretamente 34 municípios, proporcionando a melhoria de interligação entre eles. Os investimentos aplicados são de R$ 176,8 milhões nessas obras, que variam de 30 até 692 metros de extensão. A maior ponte será construída sobre o Rio Teles Pires I, na divisa entre Nova Guarita e Carlinda.

As pontes beneficiarão a interligação e os municípios de Planalto da Serra – Paranatinga, Poconé, Querência – Serra Nova Dourada, Novo São Joaquim – General Carneiro, Santa Rita do Trivelatto – Nova Ubiratã, Juruena – Cotriguaçu, Vila Bela da Santíssima Trindade – Comodoro, Cotriguaçu – Nova Monte Verde, Aripuanã – Rondolândia, Rosário Oeste, Salto do Céu – Tangará da Serra, Paranatinga – Canarana, Marcelândia, Alto Floresta – Estado do Pará, Barra do Garças – Novo São Joaquim, Tabaporã – Porto dos gaúchos, Confresa – Santa Terezinha, Nova Guarita – Carlinda, Alto Taquari – Divisa MT/MS e Sorriso – Tapurah.

O secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, explicou que a emissão dessas ordens de serviço faz parte de um primeiro pacote de obras do programa Mais MT e que novas obras de infraestrutura ainda serão lançadas, a fim de beneficiar os outros municípios que ainda não foram contemplados.

“Esperamos que novas demandas  do Município também sejam atendidas pelo Governo do Estado, como a pavimentação de 43 km da MT-490, na região próxima desta que está sendo atendida”,destaca Ari, reforçando que o diálogo constante entre Município, Estado e produtores rurais tem trazido resultados positivos. “Nosso foco é buscar soluções e permitir que Sorriso possa manter seu crescimento com toda a infraestrutura necessária, e o apoio de todas as esferas é indispensável neste processo, começando pela Câmara Municipal e avançado para os patamares estaduais e federais, tanto no Legislativo como no Executivo”.

O trecho citado pelo prefeito é o compreendido entre a BR/MT-242 e a MT- 485, que passa pelo Distrito de Caravágio, pela Comunidade São Luiz Gonzaga e também permite o acesso a Nova Ubiratã e Lucas do Rio Verde. O custo da obra está  orçado em R$ 46,1 milhões. Deste montante, o Governo do Estado deve pagar 80%, e os 20% restantes devem ser divididos entre o Município e os produtores da região.

Texto: Nádia Mastella | Karine Miranda – Sinfra