Início Cidades Sorriso Projeto prevê o entroncamento de três ferrovias passando por Sorriso, Sinop e...

Projeto prevê o entroncamento de três ferrovias passando por Sorriso, Sinop e Lucas do Rio Verde

0

Foi lançado na última sexta-feira (25), na Câmara Municipal de Lucas do Rio Verde, o Movimento Pró 3 Ferrovia. O objetivo do grupo é apresentar um projeto, que prevê o entroncamento de três ferrovias passando pelo município.

O movimento pretende apresentar um estudo de viabilidade do transporte ferroviário, tendo em vista a modernização da logística de escoamento da produção da região médio norte de Mato Grosso.

Além disso, caso o projeto avance, vai garantir a redução de custos com o transporte, garantindo mais rapidez para escoar a produção. Ao mesmo tempo, o movimento vai ajudar a desafogar o trânsito na BR-163.

Atualmente, a rodovia é o principal corredor de acesso à região. Porém, com o atraso das obras de duplicação, o transporte por estradas tem se tornado cada vez menos viável. Na manhã desta sexta-feira, houve uma apresentação do movimento Pró 3 Ferrovia, no paço municipal.

O prefeito de Lucas do Rio Verde e vice-presidente do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico e Socioambiental (Cidesa), Miguel Vaz, disse que o objetivo é promover resultados efetivos para o desenvolvimento da região, além da redução no número de acidentes na BR-163.

Pelo projeto estão previstos a extensão da Ferrovia Senador Vicente Vuolo (Ferronorte), que atualmente liga o Porto de Santos a Rondonópolis, e o novo trecho seguindo de Cuiabá até Lucas do Rio Verde.

A Ferrogrão sai de Lucas do Rio Verde, passando por Sorriso, Sinop até o Porto de Miritituba, no Pará. Já a Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico) ligaria Água Boa, passando por Lucas do Rio Verde, ao município de Mara Rosa, em Goiás, onde está a norte-sul.

Para o coordenador do movimento, Vicente Vuolo, o projeto de entroncamento ferroviário é importante para aumentar a concorrência, o barateamento do frete e melhorar a qualidade do serviço para todos os produtores da região.

O movimento Pró-Ferrovia 3, tem o apoio de entidades como a Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja), Sindicato Rural, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O objetivo é aprovar o documento e encaminhá-lo para o Ministério da Infraestrutura, que é o responsável pelas obras.

Para Antônio Lira, presidente do Sindicato Rural de Lucas do Rio Verde, o movimento Pró Ferrovia 3 é um desejo antigo dos produtores.

G1MT