Início Cidades Sorriso Profissionais de ensino se manifestam favoráveis a implantação do polo da Unemat...

Profissionais de ensino se manifestam favoráveis a implantação do polo da Unemat em Sorriso

0

Profissionais de ensino e estudantes do nível médio se mostraram favoráveis a
implantação do polo da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) em
Sorriso.
 
O tema foi debatido nesta sexta-feira (10), na Escola Estadual Ignácio
Schevinski, durante audiência pública promovida pela Assembleia Legislativa
de Mato Grosso (ALMT). A solenidade atendeu ao Requerimento de 680/2021
de autoria do deputado estadual Xuxu Dal Molin.
 
O encontro também discutiu a criação de novos cursos de nível técnico e
superior com base nas demandas da cadeia produtiva regional.
 
“A maioria dos nossos alunos não possuí condições financeiras para custear
uma faculdade particular. Saber que eles terão acesso a uma instituição
renomada como a Unemat, e isso aqui na ‘porta’ de casa, é muito prazeroso.
Como professores, nós queremos que eles deem continuidade ao processo de
aprendizagem e a graduação de nível superior é o caminho natural para isso”,
enfatiza a gestora escolar, Franciele Silveira de Aguiar.
 
Para o diretor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato
Grosso (IFMT), campus Sorriso, Claudir Von Dentz, a expansão do número de
vagas em universidades públicas é imprescindível para o processo de
desenvolvimento regional de forma efetiva, sustentável e social.
 
Segundo ele, apenas 24% das vagas de graduação são ofertadas pela rede
pública de ensino. Desse total, somente 18% das vagas estão sendo ocupadas
por jovens com idades entre 18 e 24 anos.
 
“É preciso reverter esse cenário e isso só será possível com mais investimentos
em educação. Diante dessa premissa, manifesto todo apoio do corpo docente
do IFMT para contribuir em termos de pesquisa, trocas de informações e
parceiras com essas instituições que estão prestes a se instalarem no
município “, assegurou.
 
O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Nilton
Borgato, reforçou a necessidade da parceria com a instituição no sentido de
garantir a qualidade do ensino técnico e superior.
 
“Estamos muito gratos pela oportunidade de participar ativamente de
decisões importantes para o ensino de Mato Grosso, principalmente quanto à
qualificação profissional. Sabemos o quanto a Unemat é importante para o
Estado e queremos ser parceiros da instituição em Sorriso” frisou.
 

O reitor da Unemat, professor Rodrigo Bruno Zanin, também demonstrou
otimismo em relação ao desafio trazer um polo da universidade no município
de Sorriso.
 
Na avaliação dele, o avanço no setor agroindustrial tem exigido um esforço
conjunto para a formação de mão de obra qualificada.
 
“O mundo hoje mostra que é preciso ‘pegar’ a universidade e levá-la para o
local em que a sociedade mais necessita.  Fazer a intervenção social, didática e
científica nesta região. É esse modelo de universidade que estamos propondo
para à Assembleia Legislativa, ao governo do estado e também às prefeituras
municipais que desejam de forma legítima a implantação da Unemat em seus
territórios”, afirma Zanin ao concluir que “a universidade possui a capacidade
necessária para melhorar a qualidade de vida da população mato-grossense”.
 
“Sorriso e toda a região cresce a passos largos. Atualmente qualquer que seja
o setor, a gente percebe que a maior dificuldade é encontrar profissionais
graduados. A Unemat vem para suprir essa lacuna e é exatamente por esse
motivo que tem nosso apoio irrestrito”, discorreu o vice-prefeito de Sorriso,
Gerson Bicego (MDB) ao enaltecer a iniciativa do deputado estadual Xuxu Dal
Molin.
 
Por sua vez, Dal Molin reiterou a necessidade de que outros municípios
façam parte do debate. Desta forma, será possível criar uma proposta que
atenda não só Sorriso, mas também as demais cidades que compõem a
região.
 
“As tratativas para a vinda da Unemat tiveram início em 2019. Desde então,
estamos discutindo com o poder público e a iniciativa privada qual é a melhor
forma para efetivarmos esse processo”, afirma o parlamentar que se mostrou
confiante com a abertura de novos cursos a partir de 2022.
 
“Fizemos gestão para a retomada das obras da Escola Técnica de Sorriso por
entender que, àquela estrutura física comporta a Unemat. Ou seja, não será
necessário construir uma nova edificação. Tão logo seja concluída a obra,
podemos dar início aos cursos modulares”, conclui o parlamentar.
 
A retomada das obras da Escola Técnica de Sorriso foi licitada em outubro
deste ano. Conforme o projeto descritivo, a estrutura contará com 12 salas de
aula, seis laboratórios internos e dois externos, auditório, biblioteca, refeitório,
área de vivência e quadra esportiva coberta.
 
Unemat – Fundada em 15 de dezembro de 1993, por meio da Lei
Complementar nº 30, a Universidade do Estado de Mato Grosso é composta
por 13 campus, 17 núcleos pedagógicos e 24 polos educacionais, totalizando 22

mil acadêmicos atendidos em 60 cursos presenciais e em outros 129 cursos
ofertados em modalidades diferenciadas.
 
Na área de pós-graduação, a Unemat mantém quatro cursos de doutorados
institucionais, quatro de doutorados interinstitucionais, três de doutorados em
rede, 17 mestrados nos mais variados modos, além de dezenas de cursos de
especialização.
 
Entre os cursos de graduação ofertados pela instituição estão: administração,
agronomia, arquitetura e urbanismo, ciências biológicas, ciências da
computação, ciências contábeis, ciências econômicas, direito, educação física,
engenharia elétrica, engenharia florestal, geografia, história, jornalismo,
matemática, medicina, pedagogia, sistemas de informação, turismo e
zootecnia.

Assessoria