Início Cidades Sorriso Profissionais da linha de frente da rede privada são imunizados

Profissionais da linha de frente da rede privada são imunizados

0

Desde o início das imunizações contra a Covid-19 em Sorriso, no dia 21 de janeiro até o fim da tarde ontem (1º), 1.050 profissionais da área da saúde já receberam a vacina. O trabalho vem sendo coordenado pela Secretaria de Saúde e Saneamento, por meio do Setor de Imunização. O gestor da pasta, Luís Fábio Marchioro, pontua que especificamente ontem foram imunizados profissionais que estão atendendo na linha de frente dos serviços privados, como laboratórios clínicos e de imagens.

Já hoje (2), duas equipes estão trabalhando na imunização: uma está indo diretamente às Unidades de Saúde de Atenção Básica e a outra irá aplicar a vacina em colaboradores do Hospital 13 de Maio. A previsão é que mais 150 doses sejam aplicadas nesta terça-feira.

Marchioro pontua que no primeiro momento, quando chegaram as primeiras doses, foram imunizados servidores da pasta que estão atuando no Hospital de Campanha, Unidade de Pronto Atendimento Sara Akemi Ichicava, Farmácias Cidadãs, odontologia, laboratório, motoristas e responsáveis pelas salas de vacinação e profissionais que estão nos PSFs que atenderam como ponto de apoio durante o pico da pandemia. As equipes dos PSFs de Boa Esperança e Primavera também já receberam a primeira dose. Além dos colaboradores do município, também foram imunizados parte dos servidores do Hospital Nossa Senhora de Fátima, do Hospital 13 de Maio. Já no Hospital Regional, 301 profissionais receberam a primeira dose até o momento. Com a segunda remessa de doses o plano de vacinação está atendendo profissionais da Atenção Básica e também colaboradores da linha de frente dos serviços terceirizados.

O secretário salienta que o município seguirá o plano de vacinação do Ministério da Saúde. Primeiro serão atendidos trabalhadores da saúde, idosos a partir dos 75 anos e pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas). Na segunda fase o atendimento será voltado para pessoas de 60 a 74 anos e na terceira fase serão vacinadas pessoas com as seguintes comorbidades: diabetes mellitus, hipertensão arterial grave, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido, anemia falciforme, câncer e obesidade grave, e, na quarta fase, trabalhadores da educação, trabalhadores do sistema de privação de liberdade, forças de segurança e salvamento, forças armadas, veterinários e trabalhadores da área de transporte em geral.

Claudia Lazarotto
Fotos: Reginaldo de Souza