Início Cidades Brasil Petrobras conclui perfuração do poço mais profundo da história do Brasil

Petrobras conclui perfuração do poço mais profundo da história do Brasil

0

Por uma diferença de apenas 70 metros, o Brasil tem o novo poço mais profundo de sua história. A Petrobras anunciou, nesta sexta-feira (10), o fim da perfuração do primeiro poço exploratório do bloco ES-M-669.

Ele alcançou 7.700 metros de profundidade e fica no pré-sal da Bacia do Espírito Santo. Até então, o mais profundo era o Parati, descoberto em 2005, na Bacia de Santos, a 7.630 metros.

Para tratar da profundidade do poço, a empresa disse que ele é 1,3 vezes maior que o Monte Kilimanjaro, a montanha mais alta da África, localizada na Tanzânia.

O poço exploratório não é destinado à extração de óleo. O objetivo é conhecer as características geológicas das rochas perfuradas, as presenças de reservatórios de petróleo e gás e as pressões nelas existentes. Isso é considerado fundamental para a companhia porque o poço Monai fica em uma nova fronteira exploratória, e essas informações serão importantes para outros blocos e áreas da bacia.

O novo poço, localizado a 145 quilômetros da costa, fez com que a Petrobras batesse uma série de recordes exploratórios. A estatal precisou superar a maior camada de sal já perfurada no território nacional, com 4.850 metros: o equivalente a seis vezes a altura do Burj Khalifa, no Qatar, considerado o prédio mais alto do mundo. A espessura média usual é algo até 2,2 mil metros, na Bacia de Santos, que concentra a maior parte das reservas.

O bloco ES-M-669 foi adquirido pela empresa em 2013, na 11ª Rodada de Concessões da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Na unidade, a estatal é operadora com 40% de participação em um consórcio que conta com as participações da Equinor (35%) e Total (25%).

Stéfano Sallesda CNN