Início Cidades Sorriso Em parceria com o Sistema S, Prefeitura ofertará programas profissionalizantes para trabalhadores...

Em parceria com o Sistema S, Prefeitura ofertará programas profissionalizantes para trabalhadores e empresas

0

Capacitar e Empregar. Esse é o novo programa da Prefeitura Municipal de Sorriso. Apresentado nesta manhã (06) à direção da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e Associação Comercial e Empresarial de Sorriso (ACES), o programa tem como meta identificar quais as demandas de empresários e também de atuais colaboradores e de possíveis colaboradores.

“Hoje, a partir de um levantamento prévio identificamos mais de 35 profissões (37 até o momento) com déficit de recursos humanos no Município. O “Capacitar e Empregar” vem justamente para sanar esse déficit, ofertando a capacitação necessária para a inserção no mercado de trabalho”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Claudio Oliveira.

Entre as áreas com maior demanda em déficit de mão-de-obra estão o setor mercadista, de mecânica leve e pesada, construção cível e de produção de alimentos. O programa será ofertado tanto para quem busca uma vaga no mercado quanto para quem já atua e necessita de atualizações.  Inicialmente serão investidos R$ 120 mil no Capacitar e Empregar; o valor será aplicado diretamente nas formações profissionalizantes.

Interessados em participar das qualificações devem ter acima de 16 anos; tempo disponível para a formação; residir no Município e estar cursando ou já ter concluído o Ensino Médio. Já as empresas que desejam integrar o programa precisam estar funcionando de forma regular; participar do Programa Desenvolve Sorriso, também ofertado pela Semde e estar com o colaborador devidamente registrado conforme a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

Cláudio frisa que para gerar mais oportunidades a participação será limitada: serão ofertadas duas vagas ou por empresa participante ou por família em cada curso profissionalizante; 50% das vagas serão destinadas exclusivamente a pessoas desempregadas e 50% para as empresas com contratados que estejam cumprindo o prazo de experiência de até três meses. Para os inscritos, a desistência do curso também trará restrições para um próximo benefício nas instituições parceiras. Já os participantes com 80% ou mais de aproveitamento irão receber certificado de qualificação, poderão realizar estágio profissionalizante e terão preferência em vagas de empregos junto às empresas participantes.

O programa será executado pela Prefeitura, por meio da Sala do Empreendedor que atende na Semde em parceria com o Sistema S – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai); Serviço Social do Comércio (Sesc); Serviço Social da Indústria (Sesi); e Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac). O levantamento das profissões com déficit está sendo feito diretamente com a ACES, CDL e no Sistema Nacional de Emprego (SINE).

“Essa é mais uma forma de abrir o leque para a formação de profissionais em diversas áreas, buscando sempre o equilibro e a sustentabilidade das micros e pequenas empresas do Município”, completa Cláudio.

Para a gestora da pasta de Assistência Social, Jucélia Ferro, essa é uma relação em que todos ganham. “O empresário terá a segurança do recurso humano para a expansão; o colaborador tem a oportunidade da atualização profissional ou de uma nova qualificação gratuita e com isso Sorriso será beneficiado com a continuidade do crescimento sólido e saudável”, pontua Jucélia.

DA ASSESSORIA