Início Cidades Sorriso Desembargadora encerra atividades da Semana de Práticas Restaurativas em Sorriso

Desembargadora encerra atividades da Semana de Práticas Restaurativas em Sorriso

0

Encerrando a Semana da Justiça Restaurativa em Sorriso, que aconteceu entre os dias 17 e 21 de outubro, a presidente do Núcleo Gestor da Justiça Restaurativa de Mato Grosso (Nugjur), desembargadora Clarisse Claudino da Silva ministrou a palestra ‘A Justiça Restaurativa como instrumento de paz social’, que aconteceu na tarde da última sexta-feira (21), no plenário do Tribunal do Júri do Fórum da Comarca de Sorriso.  

Com o apoio de parceiros, o Núcleo e os Centros Judiciários de Soluções de Conflitos e Cidadania (Cejuscs) promoveram a Semana de Práticas Restaurativas em diversas comarcas do Estado. A programação das atividades ficou sob a responsabilidade do Cejusc de cada comarca. Em Sorriso, o Núcleo é coordenado pelo juiz Anderson Candioto.

Neste período, foram realizados 20 círculos de paz com cerca de 300 participantes, que são representantes de entidades convidadas para conhecerem a Justiça Restaurativa. O Cejusc de Sorriso contou com a certificação para 10 facilitadores.

Em Sorriso, a intenção do Poder Judiciário é estender a realização de Círculos de Construção de Paz e de Práticas Restaurativas às secretarias de Educação e Cultura e de Assistência Social, como uma política de orientação e solução extrajudicial de conflitos.

Durante a visita da desembargadora, foi assinado o Termo de Cooperação Técnica para a implantação doprograma na Secretaria de Assistência Social, direcionado aos servidores, coordenadores e equipes psicossociais que atuam nos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) e no Centro de Referência Especializada em Assistência Social (Creas), bem como estendido ao público atendido nas unidades e às crianças e adolescentes que participam de projetos sociais. “É um trabalho de humanização e pacificação que contribui muito para melhorar o relacionamento entre as pessoas e busca o resgate de valores. Na Assistência Social será de muita valia, pois trabalha as pessoas, tanto o profissional que atende, quanto a população que é atendida”, diz Jucélia.  

DA ASSESSORIA