Início Cidades Mato Grosso 35 pacientes morreram por causa das altas temperaturas, diz diretora de UPA...

35 pacientes morreram por causa das altas temperaturas, diz diretora de UPA em Rondonópolis (MT)

0

A Unidade de Pronto Atendimento 24 horas de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, registrou 47 óbitos entre os dias 21 de setembro e 9 de outubro. Destes, 35 foram em decorrência das altas temperaturas nos ambientes domésticos, de acordo com a diretora da UPA, Vânia Scapin.

Os pacientes têm mais de 70 anos e ficaram desidratados devido ao calor excessivo.

A temperatura corporal de uma pessoa é de 36,5°C, em média. Com as altas temperaturas dos meses de agosto, setembro e outubro, fica em torno de 43°C e o corpo precisa se adaptar a esse novo tempo.

Mas os idosos não conseguem se adaptar tão rápido a essas temperaturas, causando um desequilíbrio no corpo.

Segundo Vânia Scapin, os idosos chegam na UPA, debilitados, desidratados e alguns morrem na porta da UPA.

“Nós temos percebido que nessas últimas semanas em função das altas temperaturas na região, a maioria dos idosos já chegam debilitados e desidratados. Alguns já chegam em óbito na porta da UPA, a gente atribui a desidratação e alta temperatura desses pacientes”, afirma.

Com o desequilíbrio corporal, há uma baixa ingestão de líquidos, comida, a pessoa começa a ficar sonolento, desidratado e o corpo entra em colapso.

Ainda segundo a diretora, essas mortes acontecem nos ambientes domésticos pela falta de cuidados e reforça orientações para a população que tem idosos em casa.

“Eles precisam comer e tomar líquidos de uma forma constante, usar roupas leves, aplicar compressas com água gelada, isso já ajuda”, afirma.

Alerta de hipertermia

No início da semana, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta para o perigo de morte por hipertermia em partes do Centro-Oeste e do Sudeste.

A hipertermia é a condição caracterizada pela elevação da temperatura corporal quando o organismo produz (febre) ou absorve mais calor do que consegue dissipar.

Por Emerson Sanchez, TV Centro América