Início Cidades Sinop Pescadores fazem ato após a morte de milhares de peixes no Rio...

Pescadores fazem ato após a morte de milhares de peixes no Rio Teles Pires em MT

0

Pescadores fizeram uma carreata nesse domingo (23), em Sinop, na região norte do estado, para cobrar providências depois que milhares de peixes foram encontrados mortos no Rio Teles Pires, nos últimos dias.

Os manifestantes percorreram cerca de 70 km, entre Sinop e a usina hidrelétrica, que fica entre os municípios de Itaúba e Cláudia.

Entre as reclamações está a falta de limpeza em parte da área que foi alagada.

Por causa da falta de chuvas, o nível da água do reservatório está baixo e muitas árvores mortas que não foram retiradas ressurgiram. Também cobram a implantação de uma escada de transposição de peixes para evitar mais mortes.

Eles querem que a usina crie ou contrate um laboratório especializado em alevinos, para repor as espécias de peixes que morreram na região.

Peixes foram encontrados mortos no Rio Teles Pires  — Foto: Divulgação

Peixes foram encontrados mortos no Rio Teles Pires — Foto: Divulgação

A mortandade de peixes começou a ser verificada no dia 15 deste mês. Desde então, a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) e o Ministério Público Estadual (MPE) investigam o caso, mas ainda esperam a conclusão de relatórios técnicos.

Por enquanto não se tem a dimensão do dano ambiental.

Sobre a limpeza da área do lago, a usina já havia informado que o projeto cumpriu todas as obrigações legais de desmatamento e de retirada de biomassa.

Leia abaixo a nota da Companhia Energética Sinop referente a manifestação e a mortandade no Rio Teles Pires:

A Companhia Energética Sinop, concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop, entende que a manifestação realizada neste domingo é um direito da população e estimula o diálogo entre as partes. A Companhia lamenta o episódio ocorrido no último dia 15, mas reforça que cumpre rigorosamente com a legislação e o licenciamento ambiental, seguindo todas as medidas necessárias. Vale destacar que o trabalho realizado pelo Plano de Desmatamento e Limpeza da Área de Inundação do Reservatório seguiu todas as obrigações legais para a retirada de biomassa baseado em critérios técnicos e científicos amplamente utilizados no Brasil e no mundo e validados pelos órgãos ambientais. A companhia monitora constantemente a qualidade da água e os resultados comprovam que não há qualquer evidência de prejuízo ao ambiente aquático.

No que se refere à reivindicação para a construção de uma “escada de peixes”, a Companhia informa que mantém em pleno funcionamento um sistema de transposição aprovado no licenciamento que possibilita a continuidade da migração dos peixes ao longo do rio Teles Pires. Além disso, até o final do ano, será implementado um sistema inovador e de padrões internacionais para a repulsão dos peixes para minimizar episódios como o ocorrido.

A Companhia reforça que preza pelo compromisso com o meio ambiente e com a geração de energia limpa e renovável.

Fonte:  Lo-hanna Nunes, TV Centro América