Início Editorias Educação Sorriso: Professores apostam na tecnologia para criar momentos atrativos com estudantes

Sorriso: Professores apostam na tecnologia para criar momentos atrativos com estudantes

0

Tornar as aulas remotas atrativas e recheadas de informações têm sido um dos desafios enfrentados pelos profissionais da educação durante o período de isolamento social causado pela Covid-19. Na rede municipal de Sorriso, os professores, coordenadores e diretores se reinventam todos os dias na busca de alternativas para que o contato aluno/escola/família permaneça com laços fortes. Entre os destaques estão as aulas online realizadas por algumas escolas; a promoção de momentos em frente às unidades para “matar” a saudade, como Drive Thru, Parada da Saudade e até Varal do Amor.

E claro, com o auxílio da tecnologia, as escolas apostam na gravação de vídeos educativos. Como é o caso da “hora da música” gravada pela professora Veridiana Weide, da Escola Municipal Caravágio, especialmente para seus alunos do Pré II. Com a música, Veridiana retoma canções do cotidiano infantil e aborda novas letras em que chama a atenção das crianças para a higiene das mãos como forma de prevenção contra a Covid-19, tudo feito de maneira lúdica.

De acordo com a diretora da unidade, Marli Picoli, todos os professores estão empenhados na produção de material para as turmas, desde o maternal. “As gravações de vídeos iniciaram em junho quando o município passou a realizar as aulas remotas”, explica Marli. A Escola Caravágio atende 176 estudantes do maternal II ao 9⁰ ano do ensino fundamental.

Conforme a secretária de Educação e Cultura, Lúcia Drechsler, todas as unidades estão gravando material e enviando diretamente para os grupos de aplicativos com os pais. “Todos os profissionais da educação estão empenhados em dar o seu melhor; estamos descobrindo novos talentos. Tem gente que não mexia muito com as ferramentas digitais e que agora se descobriu um super contador de histórias mesclando o que tem em mãos com os recursos digitais”, pontua.

Lúcia acrescenta que todas as escolas estão realizando atividades diferenciadas. “Nossa busca diária é para fortalecer o vínculo escola/família durante a pandemia”, acrescenta. “Todas as unidades montaram grupos no whatsapp desde o início da pandemia e os pais e responsáveis podem e devem ficar conectados a esses grupos para as mediações diárias dos professores para a realização e orientação das informações escolares”, diz. “Os professores também estão à disposição pelo aplicativo para esclarecer dúvidas”, destaca a secretária.

Vale lembrar que nesta semana a Semec realiza a entrega e recebimento quinzenal dos materiais das aulas remotas nas 22 escolas e 13 Cemeis. A entrega e recebimento seguem até sexta-feira (14). Lúcia pontua aos pais e ou responsáveis por retirar as atividades que alguns cuidados essenciais, como o uso de máscara, a lavagem frequente das mãos com sabão e o álcool 70⁰ devem ser tomados. “Solicitamos que na retirada das atividades impressas vá apenas uma pessoa por família e reiteramos mais uma vez o cuidado em não levar crianças”, diz. “Sabemos que elas (crianças) estão com saudades das escolas, dos Cemeis, mas nossa função enquanto educadores e pais é preservá-las”, salienta.

Conforme Lúcia, a maioria dos pais tem comparecido às unidades escolares para a retirada do material. Segundo ela, nas pesquisas quinzenais observa-se que cerca de 92% das famílias estão retirando as atividades impressas. “Lembramos que é essencial a retirada e entrega do material com as atividades completas; pois do contrário o aluno pode perder a vaga na unidade escolar onde está matriculado por faltas”, explica.

Todo o material está sendo elaborado por uma equipe multidisciplinar e pensado de acordo com as necessidades de cada série. Hoje o município atende 15.415 estudantes, ofertando ensino desde o berçário até o 9⁰ ano do ensino fundamental.

FONTE: Claudia Lazarotto – Assessoria