Início Cidades Sorriso USF do Santa Clara, em sorriso passa a atender em horário estendido...

USF do Santa Clara, em sorriso passa a atender em horário estendido a partir de segunda (10)

0

Município implanta série de mudanças no atendimento à saúde pública, além de horário estendido; USF Central será apoio da UPA

A Prefeitura de Sorriso tem novidades para a região da Zona Sul do Município. A partir de segunda-feira, 10 de outubro, a unidade de saúde do Santa Clara, a Juceli Pereira da Costa que inaugurou na quinta-feira, 05 de outubro, estará de portas abertas à noite, das 17 às 23 horas, de segunda a sexta-feira com equipe clínica para atendimentos. Além, claro, de manter normalmente o atendimento durante o dia, das 7 às 11 horas e das 13 às 17 horas.

 E outra coisa boa: por lá também terá o delivery da saúde. Para paciente que receber prescrição de medicamentos, uma pessoa da própria Secretaria de Saúde e Saneamento estará à disposição para vir retirar no Centro, no período noturno, das 17 às 23 horas. Dessa forma, o medicamento será entregue para o paciente na própria unidade.

O prefeito Ari Lafin pontua que essa é mais uma forma de aproximar os serviços da saúde pública da população. “É uma região grande – temos nessa região os bairros Rota do Sol, Santa Clara I e II e Monte Líbano I e II e o Parque dos Poderes em processo de instalação, são mais de 10 mil pessoas atendidas na região e queremos estar mais perto da nossa população com um serviço essencial como é o de saúde”, frisa.

Ari destaca que essa também é uma maneira de desafogar o atendimento na UPA Sara Akemi Ichicava que, além de estar em processo de revitalização, chega a atender cerca de 400 pacientes/dia. “Nossa UPA, apesar de estar registrada como porte I já atende porte II pela quantidade pacientes diários e pela excelência do trabalho realizado”, diz.

USF Central

E as novidades não param. Além do horário noturno na região do Rota, a Unidade de Saúde da Família Central também entrará em funcionamento ainda na primeira quinzena de novembro. E com novidades também. A partir do dia 16 de outubro a USF Central atenderá como ponto de apoio da UPA, em horário estendido, das 17 às 23 horas – além de continuar prestando o atendimento normal aos pacientes do Centro e Área Descoberta.

Na prática, o paciente que procurar a UPA e no momento da triagem for classificado como risco “Azul” do Protocolo de Manchester – Azul indica o atendimento como não urgente; será encaminhado à USF Central para aguardar atendimento. Irão permanecer na UPA pacientes com classificação Vermelho/emergência; Laranja/urgência; Amarela/urgências de gravidade moderada e Verde/pouca urgência.

O prefeito explica que o paciente que for encaminhado para espera na USF Central também será atendido pela equipe da UPA, assim que o atendimento de emergência/urgência que estiver em andamento for concluso. “A intenção é propiciar um espaço mais amplo e agradável para a espera uma vez que, como já informamos, estamos ampliando a UPA e com o trabalho de reforma em andamento o espaço ficou pequeno”, acrescenta.

Reforma da UPA

A reforma e ampliação da UPA teve início em julho e integra o Programa Revitalização da Pefeitura. Está orçada em R$ 500 mil em recursos próprios do Município que deverão ser usados na ampliação do espaço – serão 321,23m² a mais e na manutenção e reparos na cobertura de danos causados pelas infiltrações que acabaram danificando o forro e a pintura das áreas sem laje da Unidade.

Conforme o memorial, nos novos 321,23m² serão realizadas ampliação na recepção, salas administrativas, área de emergência e de observação; além da construção e de adequação de novos banheiros e de área de descanso. Também deverá ser construída uma sala de isolamento e outra de manutenção. Hoje a Unidade conta com 898,92m², após a ampliação ser realizada o espaço total será de 1.290,15m². As alterações também vão possibilitar ao Município a legalização do atendimento da unidade para porte II.

Vale lembrar que uma UPA Porte I, como a Unidade está oficializada hoje, tem de 5 a 8 leitos de observação com capacidade para atender até 150 pacientes por dia e população na área de abrangência de 50 a 100 mil habitantes. “Há muito tempo nosso atendimento ultrapassou essa prerrogativa”, diz Ari. Já a UPA Porte II deve ter 9 a 12 leitos de observação; capacidade de atender até 300 pacientes por dia com população na área de abrangência de 100 mil a 200 mil habitantes.

Delivery da saúde

Na busca por melhorias constantes, desde 27 de setembro, a Prefeitura tem dado uma ajudinha a mais para pacientes com medicação prescrita no horário noturno. Agora quem consulta na USF do Novos Campos, a “Upinha” da Zona Leste entre às 18 horas e a meia-noite e precisa fazer uso de medicamentos não precisa mais se deslocar até o Centro para retirar. A motorista da Secretaria de Saúde e Saneamento (Semsas), Júlia Pereira, faz isso. A cada 30 minutos, Júlia reúne as prescrições e se desloca para buscar a medicação na Farmácia Central. Os medicamentos são entregues na Upinha.

É válido lembrar que a Unidade de Saúde da Família (USF) do Novos Campos (conhecida como Upinha) atende de forma estendida, de segunda à sexta-feira das 18 horas até às seis horas da manhã do dia seguinte. E das 7 da manhã às 19 horas aos sábados e domingos.

Confira abaixo todas as alterações:

Horário estendido

A partir de segunda-feira, 10 de outubro, a Unidade de Saúde da Família (USF) Juceli Pereira da Costa do Santa Clara passa a atender de forma estendida, de segunda à sexta-feira das 17 às 23 horas de segunda a sexta-feira com equipe clínica para atendimentos.

USF Central

A partir de 16 de outubro, das 17 às 23 horas, paciente com classificação “azul” no Protocolo de Manchester após triagem na UPA passará a aguardar atendimento na USF Central para garantir mais conforto no aguardo. 

DA ASSESSORIA