Início Cidades Sorriso Suspeito conhecido por disputas agrárias em Porto dos Gaúchos é preso em...

Suspeito conhecido por disputas agrárias em Porto dos Gaúchos é preso em Sorriso por homicídio tentado contra duas vítimas

0

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um homem de 53 anos foi preso nesta quinta-feira (06.05) pela Polícia Civil em Sorriso por homicídio tentado praticado contra duas pessoas em uma fazenda, no município de Porto dos Gaúchos, região médio-norte do estado. Uma delas teve o corpo todo queimado e depois ainda sofreu disparos de arma de fogo.

No dia 1º de abril deste ano, as vítimas estavam dormindo, na fazenda onde trabalham, quando um grupo de cinco homens portando armas longas e curtas, invadiu o barraco. O grupo tentou render os dois homens, tio e sobrinho, mas um deles conseguiu escapar e se esconder, mas, ainda assim, os suspeitos atiraram contra ele, contudo, não foi ferido.

A vítima, de 28 anos, foi rendida e os suspeitos jogaram um líquido inflamável, atearam fogo contra o rapaz e fugiram em seguida levando uma arma das vítimas.

O tio, de 42 anos, que conseguiu escapar, socorreu o sobrinho que estava com queimaduras graves e o levou a uma unidade de saúde de Porto dos Gaúchos, onde a Polícia Militar foi acionada.

Após assumir a investigação do crime, a Polícia Civil de Porto dos Gaúchos apurou que o investigado preso nesta quinta-feira foi em várias ocasiões à propriedade para intimidar as vítimas, inclusive acompanhado de pessoas trajando as mesmas vestes dos suspeitos que cometeram o crime. A fazenda onde ocorreu os homicídios tentados faz divisa com uma propriedade do investigado preso.

De acordo com o delegado João Antônio Batista Ribeiro Torres, o investigado é conhecido por envolvimento em disputas agrárias na região onde está localizada a propriedade. “É uma pessoa violenta, com envolvimento em esbulho possessório na região”, afirmou o delegado, que após as diligências e informações coletadas, representou à Justiça pela prisão do investigado, que foi detido em sua residência, no bairro Alphaville, em Sorriso, pela equipe da Polícia Civil do município.

Ainda debilitada pelas queimaduras sofridas, a vítima foi ouvida posteriormente na delegacia e realizou o reconhecimento facial do suspeito.

As investigações prosseguem para identificar os demais envolvidos no crime.