Início Cidades Sorriso Sorriso: Semed está com inscrições abertas para alfabetização de jovens e adultos

Sorriso: Semed está com inscrições abertas para alfabetização de jovens e adultos

0

Conhece alguém com mais de 15 anos que ainda não sabe ler e escrever? Pode ser 15, 20, 25, 50, 75 ou até mais de 100 anos. Afinal, sempre é tempo de aprender, e, para garantir que todas as pessoas possam desfrutar da leitura, da escrita e de todas as possibilidades que elas oferecem, o Governo de Mato Grosso, em parceria com a Prefeitura de Sorriso, por meio da Secretaria Municipal de Educação, lançam mais uma edição do projeto Mais MT Muxirum, que está com as inscrições abertas durante todo o mês de junho. As aulas já iniciaram para algumas turmas já formadas e outras estão previstas para os dias 04 e 10 de junho.

O programa leva o nome de Muxirum que tem origem tupi guarani, que significa “mutirão”, “fazer juntos”. O objetivo é erradicar o analfabetismo absoluto e funcional, bem como suas consequências, entre pessoas adultas, até o final de 2025, sendo uma das metas do Plano Nacional de Educação (PNE). No ano passado, Sorriso atendeu mais de 100 alunos, divididos em 20 turmas de bairros distintos.

Este ano, o programa será ofertado nas escolas Ivete Lourdes Arenhadt, Jardim Bela Vista, Flor do Amanhã, Vila Bela, Valter Leite e Geni Terezinha, Gente Sabida, Primavera e Matilde. No Centro de Ressocialização de Sorriso (CRS), também serão disponibilizadas duas turmas.

Quem tiver interesse em participar do programa é muito simples. Basta procurar a escola mais próxima de sua casa ou na Secretaria de Educação, localizada na Avenida Tancredo Neves, n.º 124, próximo ao Supermercado Real, ou então entrar em contato pelos telefones: (66) 3545-8100 ou (66) 99653-6731.

O candidato deve se atentar à documentação necessária para a realização da inscrição, sendo: cópia de RG e CPF e comprovante de residência.

Segundo a coordenadora do programa em Sorriso, Iluir Tiecher, a previsão é de que mais de 200 pessoas participem das turmas montadas nas escolas municipais e estaduais do Município.

“Esse programa é muito importante, porque atende àquelas pessoas que não tiveram oportunidade de frequentar a escola, dando mais dignidade a elas. Uma das estratégias utilizadas é ofertar o ensino em locais mais próximos das casas dos inscritos”, afirma.

DA ASSESSORIA