Início Cidades Sorriso Sorriso: Secretário solicita que pacientes com comorbidades preencham corretamente o pré-cadastro on-line

Sorriso: Secretário solicita que pacientes com comorbidades preencham corretamente o pré-cadastro on-line

0

“A indicação da comorbidade deve ser feita no ato do preenchimento do pré-cadasto on-line. Há um campo específico e obrigatório que deve ser preenchido”, alerta o secretário de Saúde e Saneamento de Sorriso, Luís Fábio Marchioro.  O secretário explica que o cidadão deve entrar no link comorbidade e rolar o cursor até o fim onde há um campo específico para a indicação da doença. “Como no próprio sistema a primeira comorbidade que aparece é a diabetes melitus, muitos não estão se atentando que há um item ‘Ver Comorbidades’ em que estão dispostas todas as enfermidades listadas como comorbidades pelo Ministério da Sáude”, detalha. Dessa forma, a indicação é que o paciente busque em “Ver Comorbidades” qual a comorbidade de que é acometido e já a indique corretamente na realização do pré-cadastro.

“Estamos ligando para as pessoas que preencheram o cadastro como diabéticas, e, no momento da imunização a pessoa acaba vindo com um outro laudo; muitas vezes o laudo não se enquadra no grupo de comorbidades prescritas pelo Ministério da Saúde”, acrescenta. Por isso, a equipe solicita o correto preenchimento de todos os campos. “Acaba que levamos mais tempo conferindo documentação do que efetivamente imunizando”, salienta Marchioro.

O gestor pontua ainda que os sorrisenses com comorbidades que já preencheram o cadastro devem ficar atentos aos telefones agendados. “Nossas equipes estão entrando em contato para passar data, local e horário”, explica.

Segundo ele, todas as pessoas – em total de 27 – cadastradas até o momento com Síndrome de Down já foram imunizadas com a primeira dose. Pacientes que realizam hemodiálise também já receberam a primeira “picadinha de esperança”. E nesse momento a equipe está agendando pacientes com diabetes melitus. A prioridade de imunização para esse grupo também foi definida pelo Ministério da Saúde. (Veja a lista de comorbidades e a Nota Técnica do Ministério da Saúde para vacinação em anexo).

Todos devem apresentar o laudo médico atestando a comorbidade no momento da vacinação. “Lembramos que a priorização do grupo de comorbidades também observará a idade, chamando antes quem é mais velho, seguindo o mesmo modelo que realizamos até o momento com os idosos e com os profissionais da saúde: sempre os mais velhos antes dentro de cada campo específico dos subgrupos”, frisa.

Marchioro pontua ainda que for imunizado e tiver qualquer reação deve procurar imediatamente atendimento na Unidade de Pronto Atendimento Sara Akemi Ichicava, no Hospital de Campanha de Sorriso ou nas próprias Unidades Básicas de Saúde. Outra opção é ligar no 150 que atende das 7 horas da manhã à meia-noite para orientações.

Doses recebidas e aplicadas

Até o momento o Município recebeu 17.317 doses, das quais foram aplicadas 12.828; 8.478 em primeira dose e 4.350 em segunda dose. “Como recebemos praticamente só imunizantes da AstraZeneca não conseguimos avançar junto ao público de grávidas e gestantes. A Coronavac praticamente não está sendo encaminhada; vieram poucas doses e estas estão sendo aplicadas como segunda dose em servidores das forças de salvamento e segurança, integrada por bombeiros, policiais civis e militares, guardas de trânsito, policiais rodoviários federais e integrantes do Ciopaer”, finaliza o secretário.

60707c56b9d17011296276.pdf

27181903-nota-tecnica-467-2021-cgpni-deidt-svs-ms.pdf

Claudia Lazarotto
Fotos: Decom