Início Cidades Sorriso Sorriso: Rota do Sol pode ter feira de carros usados

Sorriso: Rota do Sol pode ter feira de carros usados

0

Iniciativa deve potencializar feira livre no bairro, que voltará a ser realizada no Centro de Eventos Ari José Riedi

Feira livre, com verdura fresquinha, pastel e caldo de cana. Bom, né? E, se ainda for possível comprar ou vender o carango? Opa! Melhor ainda! Pois é, com este foco, a Prefeitura e a Associação de Moradores do Rota do Sol, por meio da Casa dos Conselhos, estão planejando a retomada da feira livre na região do Centro de Eventos Ari José Riedi.

Para tanto, a Associação precisa que a Prefeitura possa ceder o espaço externo do Centro de Eventos para, desta maneira, permitir que proprietários interessados em vender seus veículos possam estacionar em busca de bons negócios.

“Vamos verificar toda a viabilidade legal desta ação e, assim que possível, conduzir todo o processo para promover a feira, que vai proporcionar boas oportunidades de negócios e movimentar a região”, afirmou o secretário de Administração, Estevam Calvo. 

“É uma ideia inovadora e certamente vai trazer muitos benefícios ao Rota do Sol, e inclusive, os feirantes interessados em participar já podem procurar o CAE [o Centro de Atendimento ao Empreendor] , na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que funciona no Centro de Eventos mesmo”, afirma o coordenador da Casa dos Conselhos, Celso Marcon, sendo complementado pelo presidente do Rota do Sol, Paulinho Silva. “Trazer as pessoas para vender seus veículos, assim como os interessados em fazer negócio vai acabar potencializando a feira local, contribuindo para a venda de verduras, legumes, salgados e até, possivelmente, móveis”.

Na sexta-feira (23 de junho), foi realizada a primeira reunião para tratar do tema.  O secretário de Desenvolvimento Econômico, Claudio Oliveira, também apoia a iniciativa e acredita que a feira é mais uma oportunidade de negócios para os empreendedores locais. 

A partir de agora, será realizada a parte burocrática do processo, com o chamamento público de feirantes interessados em participar do mercado popular.

DA ASSESSORIA