Início Cidades Sorriso Sorriso: Prefeitura monitora situação do Município por conta da chuva

Sorriso: Prefeitura monitora situação do Município por conta da chuva

0

Equipes estão atentas na cidade e no interior

O prefeito de Sorriso, Ari Lafin, convocou uma reunião de emergência para avaliar a situação do Município frente à intensa chuva que atinge o Município. Desde a madrugada de hoje (17 de fevereiro), equipes da Prefeitura percorrem os quatro cantos de Sorriso.  De acordo com os dados disponibilizados pela estação meteorológica instalada no campus de Sorriso do IFMT, localizado no Bairro Santa Clara, da meia noite até às 7h da manhã, foram registrados 59,2 mm chuva.

No acumulado do mês, já foram registrados 281,2mm e o alerta do Climatempo é que outros 22 mm devam ser registrados durante o dia de hoje. Só para se ter uma ideia, de acordo com dados do Climatempo, a  média de chuvas  em Sorriso no mês de fevereiro é de 227 mm. “Estamos rodando a cidade desde as 4h da madrugada, para avaliar todos os pontos e promover ações imediatas para desobstruir galerias que possam estar entupidas”, destaca o secretário de Obras e Serviços Públicos (Semosp), Milton Geller.

O gestor lembra que estão sendo feitas intervenções para melhorar a drenagem em vários locais, como na região dos bairros São José e São Domingos, mas que em vários pontos será preciso refazer antigas galerias, que já se mostram insuficientes diante do crescimento acelerado de Sorriso.  No entanto, o pedido é sempre o mesmo: “não jogar lixo nas bocas de lobo, e isso vale para as folhas das árvores, que muitas vezes são varridas para dentro destes locais que são única e exclusivamente escoadouros para água das chuvas”, reitera.

Pontos de Alagamento

Em vários pontos foram registrados alagamentos, como nas avenidas Blumenau, Tancredo Neves, Perimetral Sudeste e Perimetral Sudoeste, entre outros. Na Blumenau, no trecho próximo ao Parque Municipal Rota do Sol Adelino José João Valdameri, foi necessário interditar a via no sentido Rota do Sol/Centro. Na Rua Mamoré, no Bairro Vila Bela, a força da água acabou gerando estragos mais severos e atingindo residências. “Estamos somando esforços para resolver esta situação e contribuir no que for possível para ajudar as famílias atingidas”, destaca o secretário de Segurança Pública, Trânsito e Defesa Civil (Semsep), José Carlos Moura.

O coordenador de Proteção e Defesa Civil (Compdec), Alberto dos Santos, lembra que os alagamentos são pontuais e tendem a ceder em poucos minutos assim que a chuva dá uma trégua. “Vale a orientação para que pedestres e condutores ajam com prudência e evitem atravessar trechos que estejam nesta situação”, reforça, lembrando que a Defesa Civil pode ser acionada pelo 199.

Estradas Vicinais

De acordo com a Secretaria de Transportes (Semtra), até o momento não foram registrados problemas que inviabilizem o tráfego nos quase 2 mil quilômetros de estradas vicinais do Município. “Estamos atentos e monitorando a situação, lembrando que o tempo firme é indispensável para que possamos colocar as máquinas nas estradas”, informa o adjunto da pasta, Emerson Farias.

DA ASSESSORIA