Posto Smile 550×100
PREFEITURA  DE  SORRISO
Início Geral Sorriso: Mutirão de reeducandos atua em reforma e ampliações da Escola Valter...

Sorriso: Mutirão de reeducandos atua em reforma e ampliações da Escola Valter Leite Pereira

0

Salas com pintura nova, cozinha ampliada, novas salas de coordenadores, espaço de convivência organizado, calçada estruturada e jardim organizado. É assim que os alunos da Escola Municipal Valter Leite Pereira irão encontrar a unidade no fim do período das férias. O trabalho de recuperação iniciou no último sábado (18) com os serviços viabilizados por 31 reeducando que integram um projeto proposto pelo diretor do Centro de Ressocialização de Sorriso (CRS), Denílson de Castro, e pela juíza criminal Emanuelle Chiaradia Navarro Mano.

Conforme a secretária de Educação e Cultura, Lúcia Drechsler, na Escola Valter Leite, estão em andamento a ampliação da cozinha que contará com depósito próprio, sala de triagem e área de serviço, melhorias na sala dos professores com construção de três salas de coordenadores, dois lavabos, instalação de muretas para implantação de playground novo em frente à escola, além da pintura do espaço e a nova calçada com lajotas produzidas pela própria Secretaria de Obras e Serviços Públicos.

De acordo com o arquiteto e coordenador do projeto de Revitalização do município, Fábio Miguel, o trabalho iniciou ainda no dia 6 de janeiro e   terá continuidade durante a semana. “De segunda à sexta-feira são 14 reeducando atuando na escola. Os demais estão em outras atividades desenvolvidas pela Prefeitura. Até o início das aulas toda a pintura interna e dos corredores estará pronta. Ficará só a pintura externa que será realizada aos fins de semana”, explica.

O projeto do CRS

O projeto desenvolvido em parceria pelo CRS, Prefeitura Municipal e Poder Judiciário desde o ano passado, visa proporcionar aos reeducando o aprendizado de um ofício que permita uma mudança de vida, contribuir para a melhoria de espaços públicos de uso coletivo e garantir a remissão de pena, pois três dias de trabalho resultam em um dia a menos de encarceramento, explicou no início das atividades a juíza Emanuelle Navarro.

Além de propiciar a oportunidade do aprendizado de um novo ofício aos reeducando, a parceria com o Judiciário e CRS vem ao encontro de um dos focos da Administração, que é justamente a conservação dos prédios públicos e a revitalização de ambientes por meio de jardinagem, conforme lembra o prefeito Ari Lafin, que também acompanhou o mutirão do último sábado.

Para a realização das atividades, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) também auxilia nos trabalhos, fornecendo suporte aos reeducando. “Como representantes do Poder Executivo, agradecemos esta disponibilidade e desejamos muito sucesso para os reeducando em 2020 em todos os projetos em que o grupo atuar”, finaliza o prefeito.

Além de Ari, da juíza Emanuelle, da secretária Lúcia, do coordenador do projeto de Revitalização Fábio Miguel, o secretário de Saúde e Saneamento Luís Fábio Marchioro, diretor do CRS, Denílson de Castro, o chefe de gabinete, Celson Marcon e representantes da comunidade escolar da Valter Leite.

DA ASSESSORIA/Claudia Lazarotto/Fotos: Ney Pinheiro