Início Cidades Sorriso Sorriso deve iniciar imunização contra gripe nesta quarta-feira, 14

Sorriso deve iniciar imunização contra gripe nesta quarta-feira, 14

0

A partir desta quarta-feira (14), o município deverá iniciar as imunizações contra a gripe. O atendimento nesse caso será diretamente nas Unidades de Saúde dos bairros São José, São Mateus, Jardim Amazonas, Jardim Primavera e Vila Bela/Industrial; especificamente estas unidades não irão realizar as vacinas de rotina durante o período. O atendimento será por livre demanda, sem necessidade de cadastro, pela manhã das 7 às 11 horas e à tarde das 13 às 17 horas. A meta é imunizar 25.548 sorrisenses até o fim de julho, divididos em três grupos elaborados pelo Ministério da Saúde.

O primeiro grupo, que será imunizado neste momento integra crianças de seis meses até cinco anos completos, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) e trabalhadores da saúde. Inicialmente, Sorriso recebeu 3.440 doses na primeira remessa enviada. De acordo com o levantamento do próprio MS, o Município conta com 1.463 crianças de 5 anos de idade; 9.218 de seis meses à 5 anos; 1.514 gestantes; 249 puérperas e 1.854 trabalhadores da saúde; público alvo da primeira etapa.

Além das cinco unidades da área urbana que estarão atendendo exclusivamente com a vacinação contra a gripe, sem a realização das vacinas de rotina; as UBSs do Mário Raiter, Distritos de Boa Esperança e Primavera e Assentamento Jonas Pinheiro, também irão realizar a imunização. Estas, manterão o atendimento do calendário de vacinas de rotina normalmente. O secretário de Saúde e Saneamento, Luís Fábio Marchioro, alerta que quem reside no perímetro urbano e necessita atualizar o calendário de vacinação, deve procurar uma das outras unidades com sala de vacina.

Marchioro pontua que a vacinação iniciará pelas crianças e gestantes e não por idosos justamente para garantir a janela de intervalo mínimo entre a vacina da Covid-19 e a da gripe. “É fundamental que quem foi ou será vacinado contra o coronavírus nos próximos dias, respeite o intervalo mínimo de 14 dias para depois procurar a vacina contra o vírus Influenza, causador da gripe”, ressalta.

Integrando a segunda etapa, prevista para maio, estão os idosos (pessoas cima de 60 anos) e professores das redes pública e privada. Já a terceira etapa começa em 9 de junho, e atenderá pessoas com comorbidades e com deficiência (física, auditiva, visual, intelectual e mental ou múltipla); caminhoneiros, trabalhadores portuários e de transporte coletivo; profissionais das forças armadas, de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade e jovens e adolescentes sob medidas socioeducativas.

Quem tiver dúvidas, pode entrar em contato com as Agentes Comunitárias de Saúde (ACSs).

Claudia Lazarotto
Fotos: Decom