Início Cidades Sorriso Sorriso avança na imunização e abre agendamento para população 20+

Sorriso avança na imunização e abre agendamento para população 20+

0

Ansioso para retornar à normalidade? A gente também! Por isso mesmo nesta manhã (1º) a Prefeitura de Sorriso acaba de abrir o agendamento para a faixa etária da população com 20 anos de idade ou mais receber a primeira picadinha de esperança. Isso!  Então, se você tem 20 anos e reside em Sorriso, já pode acessar esse link e realizar o seu agendamento. Lembrando sempre que além de abrir o agendamento para pessoas com 20 anos ou mais, continua aberto o agendamento para mães lactantes com filhos de até dois anos de idade. O link para o cadastro é o mesmo.

O secretário de Saúde e Saneamento, Luís Fábio Marchioro, salienta que o Município está aplicando com agilidade as doses recebidas. “Nossa meta é chegar logo à faixa etária dos 18 anos com a primeira dose”, frisa.

Até o momento, o Município já aplicou 70.811 doses de imunizantes; 51.417 de primeira dose e 19.394 de segunda ou dose única. Contudo, o conselho é manter-se em alerta e com todos os cuidados preventivos para evitar contaminação, pois ainda não há a imunidade de rebanho.

Diariamente mais de 40 profissionais atuam diretamente nas imunizações de segunda à domingo, com mais de 1 mil doses diárias sendo aplicadas.

E quem tomou a primeira dose em junho deve ficar atento que esse é o momento da aplicação da segunda dose. A data da segunda dose é anotada pela equipe no momento da imunização no cartão de vacinas. Desde a última segunda-feira (30) o Centro de Eventos Ari José Riedi no Rota do Sol está atendendo como ponto permanente para segunda dose. “Os PSFs e a Área Verde estão atendendo somente com a primeira dose; então independente do local onde você foi imunizado pela primeira vez, o endereço da segunda picadinha é o Centro de Eventos”, pontua Marchioro.

Vale lembrar também que no momento da imunização, todos devem apresentar CPF, documento com foto, cartão do SUS e cartão de vacina e estar de máscara. As lactantes precisam apresentar também a certidão de nascimento da criança.

Claudia Lazarotto Fotos: Reginaldo de Souza