Início Editorias Polícia Sorriso: Após polícia checar supostos álibis, suspeito confessa homicídio em pesqueiro

Sorriso: Após polícia checar supostos álibis, suspeito confessa homicídio em pesqueiro

6

Uma fonte da polícia civil de Sorriso informou que a pessoa presa no domingo(13),  e que seria o principal suspeito de  cometer o homicídio contra José Ferreira Cabral, 57 anos, que foi atingidos por  disparos de arma de fogo em um pesqueiro, na região do Rio Verde, em Sorriso, confessou a ação, depois da polícia civil ter checado vários álibis do mesmo.

Até então o suspeito  negava a autoria do crime, embora a família da vitima tenha relatado a policia que enquanto Cabral era  socorrido ao hospital regional, ele  teria dito quem  seria o autor dos disparos.

Investigadores da PC fizeram várias diligências checando álibis e chegando até a ir ao local do crime(pesqueiro) e não tendo outra alternativa, o suspeito confessou ser  o autor do crime.

A família também informou a polícia que o suspeito e a vitima já teriam  se desentendido anteriormente por conta de divergências no pesqueiro.

A fonte da reportagem não informou a motivação para o crime.

Nas próximas horas o delegado de polícia deve dar mais detalhes sobre a investigação.

Atualizado: anteriormente informamos que o pesqueiro era as margens do rio Teles Pires, mas o correto é na região do rio Verde

Foto reprodução

6 COMENTÁRIOS

  1. Esse caboco que matou esse senhor, ele é esquentadinho, mentiroso, ameaça e tenta intimidar, ja apontou arma pra mais pessoas.. Que pena que teve q ser assim uma vida…pra ele ser preso tomara que não saia tão cedo, e a verdade é que os fatos contados pelo autor com ctza seria ele o folgado.. Meus sentimentos a familia

  2. MT… Corrijam a materia por favor…
    Não foi no TELES PIRES…. e sim no RIO VERDE,,,,

    Vamos levar mais a serio as noticias meu povo.

  3. Isto aconteceu por que a vítima deve ser um folgado e o outro irritado não suportou, cara e muito cabuloso um cara trabalhar, sofrer e fazer o pesqueiro pro seu uso e da familia ficar levando trato pros peixes e depois o abusado mesmo avisado usava sem autorização. Desculpa a familia mas é pra outros respeitarem mais o que é alheio, e isto acontece muito

    • Concordo com voce tem muitos folgados, o pesqueiro era dele se nao era isso e invasao de propriedade, entao esclareca isso, de quem era o pesqueiro a propriedade, pois se a vitima era dona nao tinha porque outro ir la reclamar… agora se nao era dona ai tava invadindo um propriedade de outra pessoa tem que esclarecer bem os fatos pra nao julgar errado…

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here