PREFEITURA  DE  SORRISO
Posto Smile 550×100
Início Geral Secretário da Cidade viaja em busca de investimentos para Sorriso

Secretário da Cidade viaja em busca de investimentos para Sorriso

0

O secretário municipal da Cidade, Ednilson de Oliveira, está na capital do Estado em busca de investimentos e liberações de obras para Sorriso. Na manhã desta quarta-feira (15), ele esteve reunido com o secretário de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso (Sinfra), Marcelo de Oliveira, a secretária adjunta de Cidades (Sacid), Rafaela Damiani, a gestora governamental e assessora técnica da Sinfra, Maria Stella Conselvan e  o secretário adjunto de Logística e Concessões, Huggo Waterson, além de Adão Brizola, assessor especial do Estado.

Em pauta estiveram assuntos como a ampliação no prazo da concessão da MT 242 para que a concessionária Intervias possa fazer investimentos na duplicação no perímetro urbano da rodovia, no trecho entre a ligação com a BR-163 até a entrada do bairro Mário Raiter. “Essas intervenções vão promover mais segurança na trafegabilidade neste trecho com intenso movimento, visto que passa por uma área industrial e por uma região densamente populosa, trazendo mais segurança para pedestres, ciclistas, motoristas e motociclistas”, ressaltou Ednilson.

O secretário, que esteve representando a Prefeitura de Sorriso na audiência com os representantes do Estado, cobrou ainda as obras de  drenagem do residencial e a construção das escolas do Mário Raiter e Portal Kayabi. Também foi tema de discussão com a equipe do Estado a construção de três trechos de asfalto, perfazendo 100 Km, na MT 490, estrada que dá acesso a Comunidade Morocó.

“Saímos da reunião com várias respostas positivas para Sorriso e muitas expectativas de avanço em relação às obras. Na próxima semana, por exemplo, a Sinfra encaminhará os projetos das escolas para análise técnica e posterior processo de licitação. Para a drenagem do Mário Raiter o governo fará o repasse de R$ 1,9 milhão, em duas parcelas para a compra  do material e, em contrapartida, o município entrará com a mão de obra”, explica.

DA ASSESSORIA