Início Cidades Mato Grosso Polícia Civil resgata recém-nascido levado pelo pai que atentou contra vida da...

Polícia Civil resgata recém-nascido levado pelo pai que atentou contra vida da mulher e ameaçou filho de morte

0

Um recém nascido levado pelo pai, após tentar contra a vida da esposa, na zona rural da região de Mirassol D’Oeste, foi resgatado pela Polícia Civil, neste domingo (16.10), e entregue para a mãe.  

Na noite de sábado (15), os policiais civis foram comunicados sobre uma ocorrência de violência doméstica, em que a vítima encontrava-se sob cuidados médicos. A mulher relatou que estava voltando da Lagoa Azul, com seu marido, quando iniciou uma discussão entre o casal dentro do veículo. 

O suspeito passou a agredir a companheira com socos, no momento em que ele pegou um revólver no porta luvas, e temendo por sua vida, a vítima pulou do carro ainda em movimento. Em seguida, o agressor desceu do automóvel, bateu na cabeça da vítima com a arma, e fugiu com o filho dizendo que mataria a criança. 



A mulher foi deixada desacordada na estrada, sendo socorrida por pessoas que passavam pelo  local e levada para unidade de saúde. 

De imediato a equipe da Delegacia de Mirassol D’Oeste, passou a diligenciar visando localizar o suspeito e o recém nascido, tendo em vista que o bebê de apenas um mês estava sob a guarda do suspeito, que apresentava descontrole.

Durante toda madrugada foram feitas buscas e no início da manhã deste domingo (16), os investigadores acompanhados do delegado de polícia Jean Nascimento, localizaram o procurado em um sítio no Assentamento Roseli Nunes, em Curvelândia, junto com a criança, a qual já estava muitas horas sem se alimentar.

Assim que os policiais civis chegaram na propriedade, o suspeito de 30 anos fugiu correndo pela mata. A irmã do suspeito estava na chácara, e informou que o irmão chegou pela manhã, e até aquele momento a criança não havia sido alimentada.

Na propriedade rural foram apreendidas uma espingarda calibre 22 e um revólver calibre .38, ambos municiados. Já o recém nascido foi imediatamente retirado do local e devolvido para os braços de sua genitora.  

O delegado de Mirassol D’Oeste, Jean Nascimento, ressaltou que no revólver utilizado para agredir a vítima com golpes na cabeça, causando lesões e traumatismo craniano leve, havia uma munição que estava com vestígios de ter sido acionada.

“Indicando que provavelmente o suspeito tentou efetuar disparos contra a vítima”, destacou o delegado.

As diligências continuam visando localizar o suspeito, o qual responderá inquérito pelos crimes de tentativa de homicídio qualificado e maus tratos contra recém nascido.  O bebê também foi levado para realização de exame de corpo de delito, para avaliação de saúde e verificação de algum tipo de agressão.