Início Cidades Lucas do Rio Verde PC cumpre mandados em investigação que apura facilitação na fuga de presos...

PC cumpre mandados em investigação que apura facilitação na fuga de presos em Lucas do Rio Verde

0

A Polícia Civil de Lucas do Rio Verde cumpriu nesta quinta-feira (11.11) três ordens judiciais, uma de prisão preventiva e duas de buscas e apreensões domiciliares decorrentes de investigação instaurada para apurar a fuga de presos do Centro de Detenção Provisória do município.

Em maio deste ano ocorreu a fuga de sete reeducandos do Centro de Detenção de Lucas do Rio Verde. De acordo com os delegados Eugênio Rudy e Marcello Maidame, as circunstâncias da fuga chamaram a atenção da Polícia Civil e do Ministério Público. Com o aprofundamento das investigações, realizadas com apoio da Promotoria de Justiça, surgiram indícios da ocorrência de facilitação de fuga por parte de integrante da Polícia Penal.

Diante dos elementos de provas coletados, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva e pela busca e apreensão dos envolvidos, obtendo parecer ministerial favorável e sendo concedida a ordem judicial.

Nesta quinta-feira, equipes da Delegacia de Lucas do Rio Verde cumpriram mandados de prisão e busca e apreensão em Sorriso e Lucas do Rio Verde, coordenadas pelo delegado Marcello Maidame.

Em Sinop, a equipe do delegado Pablo Carneiro deu cumprimento a um mandado de busca e apreensão domiciliar na residência de outro policial penal.

Fuga no CDP

A fuga dos presos do CDP, considerados de altíssima periculosidade, foi desastrosa. Dois deles praticaram, menos de um mês depois, um roubo em Lucas do Rio Verde e fugiram para Cáceres, onde um deles colidiu com um veículocausando a morte de uma pessoa. Na mesma ocasião, um dos foragidos morreu em confronto com a Polícia.

Dos setes fugitivos do centro de detenção, dois foram mortos em confronto com a Polícia, três foram recapturados e dois ainda encontram-se foragidos (Lucas Alves e Marcelo de Oliveira).

“A Polícia Penal conta em seus quadros com profissionais dedicados e corretos e que, infelizmente, desvios de condutas como esse são exceções, mas devem ser penalizados observando o cumprimento da lei”, disse o delegado Marcello Maidame, responsável pelas investigações.

Assessoria/Polícia Civil-MT