Início Geral Obras do novo CAPS deverão ser concluídas no segundo semestre deste ano

Obras do novo CAPS deverão ser concluídas no segundo semestre deste ano

0
Compartilhar

Dando continuidade às visitas nas obras em andamento no município, o prefeito Ari Lafin esteve, na tarde desta terça-feira (19), vendo de perto a construção da nova sede do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS II Nova Vida de Sorriso. Acompanhado de secretários municipais, vereadores e coordenadores da saúde, o gestor municipal visitou os 677,80 m² de área construída que abrigarão a unidade.

No local estão sendo investidos R$1.227.753,11 oriundos de uma parceria firmada com o Ministério Público. A obra teve início em maio de 2019 e deverá ser concluída no segundo semestre deste ano.

Para a coordenadora do CAPS, Marília Giudice, a construção da nova sede será de grande importância para atuação dos profissionais da saúde mental. “Essa obra vem atender uma necessidade antiga da nossa equipe, pois o prédio em que trabalhamos já não consegue atender a demanda do município. Com essa obra teremos como desenvolver um trabalho mais eficiente, pois estaremos em um espaço maior, totalmente adaptado e planejado para os nossos pacientes. Estamos muito felizes, pois é uma grande conquista”, ressalta.

O prefeito reforça que o objeto é trazer uma condição mais adequada de trabalho para os profissionais e de atendimento para os pacientes. “Sabemos que a demanda do CAPS é grande e a estrutura que temos hoje é antiga, pequena e não consegue atender a contento. Esta obra vem para melhorar o nosso atendimento à saúde mental. Quero aqui agradecer ao Ministério Público pela parceria que deu origem aos recursos para essa construção, que será uma obra moderna. Isso é a saúde de nossa cidade avançando ainda mais,” afirmou o prefeito Ari Lafin.

Destinado ao acolhimento dos pacientes com transtornos mentais, a nova sede do CAPS atenderá a todas as normas sanitárias. Sua organização foi projetada a fim de facilitar o fluxo de atendimento pela equipe multidisciplinar, garantindo o atendimento individualizado em todas as categorias (acolhimento, enfermagem, serviço social, psicologia, psicopedagogia, psiquiatria), bem como os atendimentos em grupos, através das oficinas terapêuticas e do atendimento às famílias.