Início Cidades Mato Grosso “Não existe no Brasil nenhum hospital dessa categoria por esse preço e...

“Não existe no Brasil nenhum hospital dessa categoria por esse preço e com essa qualidade”, destaca governador

0
Compartilhar

O governador Mauro Mendes afirmou que não existe, no Brasil, nenhum hospital da categoria do novo Hospital Metropolitano de Várzea Grande que tenha sido ampliado com menos recursos, e que possua a mesma qualidade.

A declaração foi dada na tarde desta quinta-feira (14.05), durante a inauguração da reforma e ampliação da unidade, que atenderá exclusivamente aos casos de coronavírus durante a pandemia.

O hospital, que possuía 68 leitos, agora conta com uma estrutura de 278 leitos, sendo 238 de enfermaria e 40 UTIs. Toda a obra ficou pronta em 45 dias, um recorde na Saúde Pública de Mato Grosso e do país.

“Enquanto todos os estados brasileiros optaram por fazer um hospital de campanha, Mato Grosso optou por uma obra definitiva e é o mais barato hospital construído na sua mesma categoria. Não existe no Brasil hoje nenhum hospital com essa qualidade e com esse preço. Isso é um exemplo contestável da forma como estamos administrando o dinheiro público desse estado. Foram pouco mais de R$ 16,5 milhões investidos, com toda a infraestrutura e equipamentos de primeira qualidade”, relatou.

Apesar de Mato Grosso estar com baixa ocupação de leitos de covid-19 até o momento, o governador alertou que é preciso estruturar a rede pública para que, em caso de necessidade, os pacientes possam contar com o atendimento médico adequado.

“Estamos nos estruturando para atender a população que demanda de uma internação, pois essa é a recomendação da Organização Mundial de Saúde. O que nós não podemos deixar acontecer é faltar leitos e faltar atendimento à nossa população. Graças a Deus e ao empenho de muitos profissionais da Saúde e de tantas outras áreas, e de parceiros, nós estamos conseguindo manter uma baixa taxa de ocupação e os leitos clínicos estão amplamente disponíveis em várias unidades no estado de Mato Grosso”, ressaltou.

Mendes registrou que a ampliação de leitos para atender pacientes com coronavírus está ocorrendo em todo as regiões do estado.

“A nossa estratégia é ampliar os leitos na região da Grande Cuiabá e no interior, através dos hospitais regionais e das parcerias com os municípios”.

Conforme o governador, o Governo de Mato Grosso continua a realizar obras para melhorar a infraestrutura da Saúde Pública como um todo. E mantendo todos os repasses da saúde em dia para os 141 municípios.

“Nesse momento, estamos com o edital na rua para o Hospital Júlio Muller. O Hospital Central também está com o edital na praça. Estamos em obras no Hospital Regional de Sorriso, terminamos uma reforma em Sinop, estamos reformando Rondonópolis, fizemos UTIs em Alta Floresta depois de mais de 20 anos que a população clama por 10 UTIs lá”, contou.

Mendes também agradeceu a todas as empresas, trabalhadores, servidores e demais parceiros que contribuíram para a entrega da ampliação do Metropolitano.

“Quero agradecer muito ao secretário Gilberto Figueiredo e a todos os profissionais da Saúde, de engenharia, na retaguarda, que trabalharam muito para construir tantas e tantas ações que estão acontecendo no Estado de Mato Grosso. Agradeço ao senador Jayme Campos, e em seu nome toda a bancada federal. Agradeço à Assembleia Legislativa, aqui representada pelos deputados Carlos Avalone e Max Russi”, finalizou.

Além dos nomes citados, participaram também da solenidade de inauguração a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos; o procurador-geral da Justiça, José Antônio Borges Pereira; o general da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, Reinaldo Salgado Beato, o procurador-geral do Estado, Francisco Lopes; o controlador-geral do Estado, Emerson Hideki, e os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil), Alberto Machado (do gabinete do governo), Silvano Amaral (Agricultura Familiar), Nilton Borgato (Ciência, Tecnologia e Inovação), César Miranda (Desenvolvimento Econômico), Rogério Gallo (Fazenda) e Marcelo Oliveira (Infraestrutura e Logística).

Durante o período de pandemia da Covid-19, o Hospital Metropolitano atuará como unidade de referência para o tratamento de pacientes diagnosticados com a Covid-19 e que precisem de atendimento. A unidade está localizada na rua Dom Orlando Chaves, S/N – Bairro Cristo Rei, em Várzea Grande.

 

Lucas Rodrigues | Secom-MT