Início Cidades Brasil Justiça autoriza queima da maior apreensão de maconha do país e mantém...

Justiça autoriza queima da maior apreensão de maconha do país e mantém presos suspeitos de tráfico

0

A Justiça de Mato Grosso do Sul autorizou a queima da maior apreensão de maconha do país, feita em Maracaju na quarta-feira (26), e manteve preso os dois homens que foram autuados em flagrante por tráfico de drogas.

De acordo com o delegado Ricardo Cavagna, da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes de Fronteira (Defron), com a autorização já dada pelo judiciário, agora será definida a data e o local para a queima do entorpecente. Ele explicou ainda que a Polícia Civil tem até 10 dias, a contar do dia do flagrante, para concluir o inquérito sobre o caso.

Conforme o processo, o advogado dos dois presos pediu a concessão de liberdade para ambos, mas a solicitação foi negada pelo juiz Marco Antonio Montagnana Morais, de Primeira Vara Criminal de Maracaju.

33 toneladas

As 33 toneladas de maconha estavam em uma carreta cujo motorista abandonou o veículo e fugiu ao se deparar com uma equipe do Departamento de Operações da Fronteira (DOF), na MS-156.

Os policiais revistaram as carrocerias e encontraram os tabletes de maconha. Não havia nenhuma carga lícita. O DOF levou quatro horas para concluir a pesagem do entorpecente.

Um carro que seguia logo atrás da carreta foi abordado pelos policiais e nele estavam os dois homens que foram presos: um de 25 e outro de 45 anos. Eles faziam o serviço de batedor, avisando ao motorista do veículo com a droga sobre a presença de polícia nas rodovias.

Fonte  Nadyenka Castro e Carlos da Cruz, G1 MS e TV Morena