Início Cidades Sorriso Exposição em Sorriso permite conhecer o cinema de animação e produzir filmes...

Exposição em Sorriso permite conhecer o cinema de animação e produzir filmes participativos

0

Projeto “Maleta Mágica”, além de ferramentas cinematográficas, leva às crianças noções de preservação do meio ambiente e valorização da sustentabilidade

Um projeto que tem como objetivo apresentar o cinema de animação de forma simples para crianças e adolescentes, além de possibilitar que os participantes produzam filmes animados e aprendam sobre preservação ambiental. Essa é a proposta da Exposição “Maleta Mágica”, que ficará aberta ao público nesse domingo, 20, das 9h às 17h, com entrada gratuita, na Biblioteca Municipal (Avenida Natalino João Brescansin, 1220), em Sorriso. Nos dias 21 e 22 (segunda e terça-feira), a mostra se mantêm no mesmo local e será destinada a escolas públicas.

A iniciativa é viabilizada pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, do Ministério do Turismo e Secretaria Especial de Cultura, idealizada pelo Térreo Estúdio, produzida pela 3 Apitos Cultura etem importante patrocínio cultural da FS. O apoio local é da Prefeitura de Sorriso, por meio da Secretaria de Educação.

O projeto tem, ainda, o objetivo de trabalhar, de maneira lúdica, a educação ambiental e conceitos amplos de sustentabilidade por meio das técnicas de animação, de forma a possibilitar a disseminação desses conhecimentos.

Técnicas de animação e conceitos ambientais

Para introduzir o conceito de animação na exposição, serão utilizados objetos ópticos primitivos, como o Zootrópio e o Praxinoscópio. Já durante as vivências, diferentes técnicas de animação são aplicadas, junto a conceitos ambientais, em oficinas participativas como o Pixilation e a criação de Taumatoscópios.

A partir dos ensinamentos, os participantes terão,então,a oportunidade de criar suas próprias animações, utilizando as Maletas Mágicas como ferramenta. Construída exclusivamente para o projeto, a maleta funciona como suporte para as animações, que serão produzidas com a ajuda de um smartphone e deum software específico.

“Ao abrir a Maleta Mágica, ela se torna um cenário para captura de imagens e guarda dentro de si diversos objetos e personagens feitos de material reciclado, que podem ser utilizados nos filmes produzidos. São vários cenários disponíveis, como floresta, fazenda, praia e cidade, para que a criançada possa soltar toda a sua imaginação”, diz Guilherme Mello, um dos produtores do projeto.

“Quando a criança tem contato com a arte da animação, ela desenvolve habilidades em todas as áreas do conhecimento, pois é uma linguagem totalmente interdisciplinar. É possível aprender, por exemplo, português, na criação de roteiros; matemática, contabilizandoo número de quadrospor segundo; artes, desenvolvendo seus talentos e habilidades; além de aprimorar sua compreensão, tanto espacial e numérica como humanística e social”, afirmaMateus de Jesus, do Térreo Estúdio.

Enxergar um novo mundo

Em um processo de produção, os quadros de um filme são feitos individualmente e, quando colocados em sequência e exibidos em curtos intervalos de tempo, oferecem a ilusão de um movimento contínuo.

“Dessa forma, é possível criar e inventar novas formas de vida, ou seja, movimentos que nem sempre precisam corresponder à realidade. Assim, a arte da animação traz para o indivíduo a possibilidade de criar novas realidades, aumentando a capacidade criativa e a possibilidade de enxergar um novo mundo, socialmente mais justo e mais sustentável”, diz Leonardo Magnin, também produtordo projeto.

“Os jovens e os adultos estão cada vez mais inseridos no universo da animação e em outros conteúdos audiovisuais, seja pelo celular, TV, cinema ou jogos eletrônicos. Entender essa construção pode gerar nesse indivíduo insigths que modificarão sua percepção de mundo para sempre”, afirma Glauco Paiva, arte educador e monitor do “Maleta Mágica”.

Outras cidades atendidas

O projeto, realizado ao longo do mês de novembro,teve seu inícioem cidades da região sul:São Mateus do Sul, no Paraná (3 e 4); Três Barras, em Santa Catarina (7 e 8); e Canoinhas, também em Santa Catarina (10 e 11). No Mato Grosso, após Sorriso (20, 21 e 22), será a vez de Lucas do Rio Verde receber a iniciativa (23, 24, 25 e 26).

DA ASSESSORIA

SERVIÇO

Mais informações sobre o projeto “Maleta Mágica” podem ser obtidas pelo site  https://www.maletamagica.com.br/ ou pelas redes sociais oficiais da iniciativa:  https://www.facebook.com/expo.maletamagica e  https://www.instagram.com/expo.maletamagica/