Início Geral Escola Municipal Leonel de Moura Brizola recebeu mais de R$ 700 mil...

Escola Municipal Leonel de Moura Brizola recebeu mais de R$ 700 mil em investimentos

0
Compartilhar

Ao entregar oficialmente as novas da Escola Municipal Leonel de Moura Brizola, o prefeito Ari Lafin pontuou que foram investidos mais de R$ 700 mil na unidade com a reforma do prédio e a construção de quatro novas salas de aula. Ari pontuou que somente neste ano foram entregues 34 novas salas. “No total são mais de 50 novas salas disponibilizadas nos últimos três anos e meio”, frisou.

O prefeito destacou a importância de investir em educação. “Estamos vivendo um momento difícil no meio dessa pandemia causada pelo coronavírus e isso evidencia a necessidade de investir em educação cada vez mais”, disse. O prefeito ressaltou que as novas salas da Escola Leonel contam com estrutura de laje, telhas de concreto e aberturas blindex. “Estamos comemorando os 34 anos de Sorriso com obras significativas em todos setores fundamentais como educação, saúde, assistência social e infraestrutura; é uma forma de cuidar de todos e investir na continuidade do desenvolvimento do município em todas as áreas”, complementou.

As ampliações da Escola Leonel integram a lista de 34 (trinta e quatro) novas salas de aula construídas com recursos próprios da Administração Municipal que estão sendo oficialmente disponibilizadas à comunidade escolar desde o dia 4 de maio.

Conforme a secretária de Educação e Cultura, Lúcia Drechsler, foram investidos mais de R$ 3 milhões em recursos próprios o que possibilitou a construção de oito novas salas na Escola Municipal Aureliano Pereira da Silva, uma na Escola Ivete Lourdes Arenhardt, quatro salas no Cemeis Caminhos do Saber, quatro no Cemeis Sonho Encantado, quatro no Cemeis Espaço Criança (Distrito de Boa Esperança), quatro na Escola Francisco Donizeti de Lima, quatro na Escola Vila Bela, quatro na Escola Leonel de Moura Brizola e uma no Cemeis Jardim Amazônia. Lúcia destaca que todas as unidades escolares já estão com alunos matriculados e estudando nas novas salas de aula. “Nesse momento estamos oficializando a entrega”, salienta.

Lúcia pontua que a demanda crescente por vagas escolares foi mapeada pela SEMEC. “Observamos que estas buscas por vagas ocorrem em áreas que já contam com escolas, então, optamos por aumentar o número de vagas nestas unidades em vez de construir novas unidades em outros locais. É uma maneira de otimizar nossos prédios já existentes e ofertar mais conforto aos alunos com a possibilidade de estudar mais próximo de sua residência”, explica. Atualmente, mais de 15 mil alunos compõem a rede municipal de educação.

DA ASSESSORIA