Início Cidades Sorriso Em audiência no Ministério de Justiça, Wanderley Paulo pede que União trabalhe...

Em audiência no Ministério de Justiça, Wanderley Paulo pede que União trabalhe com os municípios no combate ao crime

0

O vereador Wanderley Paulo,  esteve reunido hoje (18), com a equipe técnica do Ministério da Justiça em Brasília-DF,  para conhecer os projetos de segurança pública que serão implantados pelo atual governo junto aos municípios brasileiros e debater sobre a implantação de delegacias especializadas nos Estados para coibir os crimes virtuais.

Durante a reunião, o vereador falou sobre a importância das guardas municipais para ajudar no combate e prevenção da criminalidade, bem como os processos legais para tornar os setor mais eficiente.

” Estamos entrando em um novo governo e temos que tomar conhecimento dos programas e projetos  que serão implantados, para que Município, Estado e União trabalhem de forma coesa’, pontuou Wanderley Paulo.

Sobre os crimes digitais Wanderley Paulo falou da importância de se coibir, tais práticas que estão se tornando rotineira na vida do cidadão. “diversos crimes já conhecidos e praticados anteriormente, como estelionato, fraudes, desvios, chantagem, assédio, extorsão, pornografia infantil, crimes contra a honra, entre diversos outros, com a tecnologia, passaram a ser praticados de forma mais sofisticada, evoluída e potencializada, e as pessoas de bem acabam caindo em diversos golpes. Temos que buscar implantar mais delegacias especializadas nesse tipo de crime e começar a punir severamente”, explicou o vereador.

O parlamentar que hoje é o secretário executivo de Frente Parlamentar de Vereadores MT/PA,  solicitou  para a equipe,uma agenda a ser confirmada com o Ministro Flávio Dino, para que os vereadores apresentem uma carta com as principais demandas regionais.

“Estamos pleiteando uma agenda com o Ministro, para que nós vereadores, integrantes da Frente Parlamentar de Vereadores MT/PA possamos apresentar as demandas de curto, médio e longo prazo visando melhorar a nossa segurança pública”. Disse Wanderley Paulo. 

DA ASSESSORIA